quinta-feira, 20 de julho de 2017

Se Eliseu Ventania fosse vivo, estaria de idade renovada




Se Eliseu Ventania fosse vivo
 Todo mundo cantava parabéns
Pra essa festa viria mais de cem
Pra comer desse bolo uma fatia
Dia vinte era o seu bonito dia
Mas que pena, ele foi pra outra morada
 A viola ficou desafinada
 Por não ver o poeta criativo
Se Eliseu Ventania fosse vivo
Estaria de idade renovada

Com noventa e três anos de idade
Cantador de viola de primeira
Esticava de vez sua bandeira
Mas se foi, e pra nós resta saudade
Deus não quis que gozasse da idade 
Não tem bolo e a vela é apagada
Só o seu filho Genilson na estrada
Escutando as canções, bem pensativo
Se Eliseu Ventania fosse vivo
Estaria de idade renovada

(Lalauzinho de Lalau) 

quarta-feira, 19 de julho de 2017

O dia 19 de julho é comemorado o dia do vaqueiro...


Não existe herói maior
No meu sertão brasileiro
Trás a bravura no peito
Tem seu cavalo ligeiro
Que pra ele é um irmão
Personagem do sertão
Viva o dia do vaqueiro

Pega o boi bota no chão
Vai correndo a mais de mil
Tira o leite logo cedo
De foma nobre e gentil
Vê o gado que remói
Viva viva o nosso herói
Do meu sertão brasileiro

(Lalauzinho de Lalau)

terça-feira, 18 de julho de 2017

Mobilização contra o fechamento do hospital regional de Apodi...


Receba o verso sincero
De Lalauzinho de Lalau
Pedindo as autoridades
Assim de modo geral
Não podemos permitir
Na cidade de Apodi
Fecharem nosso hospital

O garotinho Moesio
Um poetinha mirim
Ele me pediu um verso
E é claro que eu disse sim
Não podemos passar mal
Fechando o nosso hospital
Tudo vai ficar ruim

Por isso eu vim protestar
Por isso eu estou aqui
Diga não ao fechamento
Não podemos permitir
Se o hospital fechar
Tudo aqui vai piorar
Coitada de Apodi!

(Lalauzinho de Lalau)


segunda-feira, 17 de julho de 2017

Sábado dia 22 tem cavalgada em Campo Grande...

Resultado de imagem para cavalgada de campo grande rn

A festa vai ser bonita
Nesse final de semana
Na terra de Campo Grande
Nesse meu sertão bacana
Que eu topo qualquer parada
Essa é a sexta cavalgada
Cavalgada de Santana

Em  Junior da Arioza
Vai ter um belo café
Pra todo mundo comer
Homem, menino e mulher
Todas equipes de fora
Quando for de oito horas
Todo mundo dá no pé

Passando por várias ruas
Dessa bonita cidade
Parando enfrente a igreja
Naquela fidelidade
De rezar para Santana
Nesse final de semana
Vai ser é bom de verdade

Encerra no Hermes Felipe
No park de vaquejada
Com um forró pé de serra
E uma bela feijoada
Nesse final de semana
Na cidade de Santana
Tem a sexta Cavalgada

(Lalauzinho de Lalau)

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Disse Lula: Quem pode decretar o meu fim é o povo...


O seu primeiro discurso
Após a condenação
Reivindicou ao partido
Mais uma nova indicação
Do seu nome a presidência
Lula tem na consciência 
Ganhar  na próxima eleição

Ele afirmou no discurso
Eu quero enfrentar de novo
O povo grita por mim
Quando eu me locomovo
Todo dia é assim
Só quem decreta o meu fim
No Brasil, é o próprio povo!

Disse Lula em seu discurso
Após a condenação
Meu desafio é a prova
Mesmo com acusação
Por corrupção passiva
O povo gritava: Viva!
Não dá pra enter mais não!

(Lalauzinho de Lalau)

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Lula já foi condenado em primeira instância...

Resultado de imagem para lula foi condenado

Notícia no Facebook
Jornal e televisão
Nos zap zap da vida
Falam da condenação
A justiça que se bula
Moro quem condenou Lula
A nove anos de prisão

Isso na primeira instância
Sem decretar a prisão
Moro quem deu a sentença
Foi grande essa decisão
Na justiça do Brasil
Logo que repercutiu
 A sua condenação

E assim correu a notícia
Pelo o Brasil, lado a lado
Ate a imprensa lá fora
Deixou bem noticiado
A defesa que se bula  
Para absolver Lula
Que agora foi condenado

(Lalauzinho de Lalau)

terça-feira, 11 de julho de 2017

Votação da reforma trabalhista...

Resultado de imagem para votação da reforma trabalhista
foto-net

Não presta pra fazer filme
Porque aí só tem artista
Mas confusão tem de ruma
Que dá pra embaçar a vista
Teve ate um apagão 
Na hora da votação
Da reforma trabalhista

A batalha da reforma
Trabalhista no senado
Tenta ver com os senadores
Quem é que está aliado
Mas tem tanta alteração
E a briga da oposição
No ambiente apagado

Eunício apagou as luzes
Só pra manter a firmeza
Pra adiar a sessão
Pra sair tudo beleza
Fátima e Gleisi do PT
Disse pra quem quiser ver
Ninguém arreda  da mesa!

E assim segue o moído
Tendo alteração na lista
Microfone desligado
Olhar de engrossar a vista
Foi encerrada a sessão
Tudo tem na votação
Da reforma trabalhista

(Lalauzinho de Lalau)