sábado, 30 de março de 2013

Seria melhor assim...

 

Que a grande paixão de Cristo
 Seja uma paixão sem fim
Trazendo paz para o homem
Pra você e para mim
Trazendo mais esperança
Com os direitos pra criança
 Seria melhor assim

Todo mundo bem de vida
Todo mundo trabalhando
E agradecendo ao senhor
Na hora que está rezando
Afastando o que é ruim
Seria melhor assim
Só caminhando e cantando

Um mundo cheio de flores
Com o povo em procissão
Elevando as mãos aos céus
Com muito mais oração
Seria melhor assim
Do começo ate o fim
Vamos ter fé meu irmão

A fé remove montanhas
Nós precisamos ter fé
Vamos evangelizar
Menino, homem e mulher
Eu tenho uma missão
É acreditar na oração
E em Jesus de Nazaré

(Lalauzinho de Lalau)


quinta-feira, 28 de março de 2013

A água volta após 514 dias em Luiz Gomes...



Muitos dias se passaram
Parece ate brincadeira
O povo estava com cede
Água, só da roladeira
Pouca água apareceu
E o povo agradeceu
Pela a água da torneira

Eu sei que no Alto Oeste
 A seca é mais um pavor
Mas, entra em funcionamento
Esse sistema adutor
Que entra em fase de teste
Trazendo a água que preste
Pra o município doutor

Essa é a primeira etapa
E o oestano sorriu
 Com essa iniciativa
Que adutora surgiu
E essa primeira etapa
Já será inaugurada
Agora, no mês de abril

A adutora do Alto Oeste
Vem trazendo a solução
Pra cidade de Luiz Gomes
E outras da região
Pra sarar essa ferida
Só água trazendo a vida
E fartura pro meu sertão

(Lalauzinho de Lalau) 

quarta-feira, 27 de março de 2013

Dinir Nogueira faz vaquejada nesse final de semana em Tabuleiro do Norte...



Mesmo no Park Martins
Em Tabuleiro do Norte
O meu amigo Dinir
Vaqueiro que é bravo e forte
Esse que gosta da luta
Faz pra gente essa disputa
Vence quem tiver com sorte

 Ele ao lado da família
E do amigo branquinho
Vaqueiro bom, arrochado
Que corre bem direitinho
Vai fazer a brincadeira
Dinir que é de primeira
Já convidou Lalauzinho

Nesse sábado de aleluia
Começa essa brincadeira
Vai ser no Park Martins
Leve a bota e sua perneira
Que a boiada vai descer
Só estando lá pra crer
Arroche Dinir Nogueira

(Lalauzinho de Lalau)

terça-feira, 26 de março de 2013

Nunca esqueci do amigo...



Um amigo que topa tudo
Que é sincero e verdadeiro
Um grande profissional
Que corre e chega primeiro
Da raia sei que não foge
É o grande filho de Jorge
Pra mim um bom sanfoneiro

Nunca esqueci do amigo
Que toca no vai e vem
Comanda o Forró dos Três
E sei que comanda bem
E sei que a data passou
Mas, todo dia doutor
Aceite os meus parabéns

Parabéns pelo o trabalho
Que faz e alegra vocês
Trabalho muito bem feito
Que eu digo mais de uma vez
E atende bem a demanda
Pra mim só tem uma banda
É a banda Forró dos Três

(Lalauzinho de Lalau) 

13 corpos no ITEP...



Treze corpos no ITEP
Nesse final de semana
Varias vitimas do crime
Da bandidagem sacana
Muito sangue derramado
Muita gente tem chorado
Eita da vida cigana!

Na quatrocentos e cinco
Deixe eu falar pra vocês
Quatro pessoas morreram
Isso, só de uma só vez
É tanta gente morrendo
Homicídios acontecendo
De bala, morreram seis

Fora um afogamento
Lá do Vale do Assu
Outros necropsiados
Tudo feito a olho nu
Um plantão bem agitado
Muitos mortos têm chegado
De Norte, Leste, Oeste e Sul

Tomara que tranquilize
Toda a movimentação
Que eu possa trazer em versos
Nenhuma complicação
E que a paz possa reinar
Breve Jesus vai voltar
Essa é a nossa salvação

(Lalauzinho de Lalau)

sexta-feira, 22 de março de 2013

A RPC, sempre liderando a audiência...


Tem informação
Tem muita cultura
E bola no campo
O povo comenta
Fala em todo canto
A rede é da gente
A rede é do povo
Escuta o mais velho 
Escuta o mais novo
Tem mais futebol
Pra nos alegrar
Tem muito debate
Pra se conversar
Tem utilidade
O povo é quem diz
Estando na rede
Eu fico feliz
Nos dez de galope 
Da beira do mar

A RPC 
Tem mais liderança
Tem sonoridade
Melhor sintonia
O povo é ligado
Escuta todo dia
Escuta o mais velho
Escuta a criança
Na rede do povo
A gente balança
De rádio ligado
Eu posso escutar
O melhor forró
Pra gente dançar
Muita poesia
Pra gente curtir
E sempre o sucesso
Passa por aqui
Nos dez de galope
Da beira do mar

(Lalauzinho de Lalau)

quinta-feira, 21 de março de 2013

Um assalto atrás do outro...


Um assalto atrás do outro
Na esquina ou na calçada
Mesmo no portão de casa
Enfrente da namorada
Tem assalto em todo canto
Mas, tem de fazer espanto
Vejam só, meu camarada

Assaltaram uma senhora
Levaram seu celular
De outra, uma motocicleta
E ela pegou a chorar
E disse paro o elemento
Não leve o meu documento
Eu preciso pra trabalhar

Tem assalto em todo canto
E em toda região
Tem assalto a mão armada
Assalto de caminhão
De carro, moto e a pé
Tem assaltante mulher
Aqui tem muito ladrão

Tomando cordão de ouro
Motocicleta e carteira
Ladrão descendo a favela
Ladrão subindo a ladeira
E tem o rico ladrão
Que mora numa mansão
Parece ate brincadeira

Um ladrão atrás do outro
Tem ladrão andando armado
Numa FAM preta sem placa
Com o guidão enferrujado
Parando alguém na estrada
E a vitima diz: tenho nada
Por que já fui assaltado

(Lalauzinho de Lalau)   


quarta-feira, 20 de março de 2013

No Dia de São José, Emparn registra chuvas em todas as regiões do Estado...



O caboclo do sertão
Caminha ao lado da fé
Trabalha de sol a sol
Com os filhos e a mulher 
E esse povo do sertão
 Depositar a oração
No dia de São José

E a Emparn registrou 
No dia de São José
Chuva em toda região
Molhando o dedo do pé
Deixando a terra molhada
E a natureza animada
Fartura pra quem quiser

Choveu forte em Pau dos ferros
Em Martins e Alexandria
Na cidade de Patu
Em São Miguel, nesse dia
Em Luiz Gomes choveu
Disse assim um amigo meu
Eu tomei banho de água fria

Choveu em Francisco Dantas
Viçosa e Umarizal
Em Coronel João Pessoa
José da Penha e Natal
Em São Francisco do Oeste
Matuto cabra da peste
Gritou: viva, do curral

Em Venha Ver choveu muito
Também Riacho da Cruz
Também Serrinha dos Pintos
Alegrou os cururus
E nas Mesorregiões
Choveu também em Pilões
É a fé que o povo conduz

Choveu também em Cruzeta
Em São José do Seridó
Também Santana dos Matos
Ouro Branco e Caicó
Em Florânia também choveu
Eu quero rogar por Deus
Está faltando Mossoró

(Lalauzinho de Lalau)

terça-feira, 19 de março de 2013

O mote diz: Se não sabe andar na frente, saia que eu quero passar...


O povo é quem diz na rua
O meu programa é o dele
Meu locutor é aquele 
Que trás a notícia crua
E que faz verso pra lua
E em Patu estava lá
E o povo a acompanhar
O seu verso inteligente
Se não sabe andar na frente
Saia que eu quero passar

Sou um poeta trovador
Lalauzinho é o meu nome
Vi muito gado com fome
Na linha do equador
Sou metido a aboiador
E quando pego a aboiar
O peixe pula do mar
E catraca da corrente
Se não sabe andar na frente
Saia que eu quero passar

Só mesmo Barack Obama
Que carrega a minha cor
Se fosse um locutor
Disputava o meu programa
Sei que o barro vem da lama
 O peixe vem lá do mar
O canto vem do sabiá
E o veneno da serpente
Se não sabe andar na frente
Saia que eu quero passar

(Lalauzinho de Lalau)

segunda-feira, 18 de março de 2013

O forró da chegadinha em Patu...


Na Praça Oliveira Rocha
Eu mostrei todo talento
Com o amigo Anízio Junior
Cantei na pra de evento
Mostrei que a mente cria
Rasguei o véu da poesia
Tirando do pensamento

Depois mostrei que sou bom
Além de bom locutor
Fui pra um grande desafio
Com Luizinho aboiador
Que é de Jucurutu
Que teve que engolir cru
Tudo o que o verso mandou


Mas, isso é só brincadeira
Faz parte da poesia
Luizinho é cabra bom
E é bom por que desafia
Sem desafio não presta
Eita cabra da molesta
E a gente se encontra um dia

Pra desbulhar o repente
Com o poeta Lalauzinho
Que dá no verso com força
Mas, bate bem com carinho
Na poesia é assim 
Dá pra você e pra mim
Meus parabéns Luizinho

(Lalauzinho de Lalau)



sábado, 16 de março de 2013

Wesley Safadão riu bastante com os meus versos em uma entrevista feita antes do seu show no Park Otaviano Pessoa em Macaíba...


Nessa entrevista bacana
O Wesley Safadão
Elogiou o meu trabalho
Falou pra televisão
Ate riu com o meu repente
Disse: Ô Lalau inteligente
Poeta desse sertão

Foi bem antes do seu show
Lá dentro do camarim
No Otaviano Pessoa
Ele disse assim pra mim
O seu programa é testado
E você é preparado
Do começo ate o fim

Na cidade de Macaíba
Quando eu fui pra vaquejada
Eu vi o vaqueiro correr
Pra derrubar a boiada
No Otaviano Pessoa
Eu vi Ney que é gente boa
Que fez a festa animada

Vejam aí, que foi marcante
Eu registrei esse dia
Enalteceu o meu trabalho
E a minha poesia
O Wesley Safadão
Falou pra televisão
E eu fiz a fotografia

(Lalauzinho de Lalau)

sexta-feira, 15 de março de 2013

A festa da Romaria dos Vaqueiros, começa hoje com a pega de boi no mato...



Na cidade de Patu
Domingo tem romaria
Mais, hoje começa cedo
Às oito horas do dia
A pega de boi no mato
Só com vaqueiro pacato
Dentro da mata sombria

Mostrando a nossa bravura
Do vaqueiro bravo e forte
Na região de Patu
Correndo em busca da sorte
Essa é uma festa bonita
Que só em Patu, é vista
No Rio Grande do Norte

Domingo tem romaria
Vamos lá participar
Lalauzinho vai na frente
Com meu verso a versejar
Conduzindo a vaqueirama
Nesse final de semana
Em Patu, meu bom lugar


(Lalauzinho de Lalau)

quinta-feira, 14 de março de 2013

Um viva para os poetas...




Um viva para os poetas
Aqui do nosso lugar
O grande Antonio Francisco
Também José Ribamar
Que é poeta em todo canto
E o amigo Luiz Campos
Que é poeta popular

Viva o Raimundo Lira
Que canta com humildade
O grande Jorge Macedo
Uma grande capacidade
Louro Branco é um artista
E ao poeta apologista
Toinho do Trinta, é verdade

Um viva para os poetas
Que com a mente planta e cria
Faz do pequeno um bocado
Faz da noite o melhor dia
Vai na lua de avião
E brinca com a imaginação
No dia da poesia

(Lalauzinho de Lalau)

O nosso Papa é argentino...

Osservatore Romano/AFP

A notícia agora é essa
Dentro da televisão
E nos jornais, pelo o mundo
Assunto de redação
E a noticia lhe ataca
O povo sabe, ate que o papa 
Respira pelo um pulmão

Que o papa foi acusado
De crimes na ditadura
Que cresceu no bairro Flores
Buenos Aires, terra pura
E que o papa é argentino
E quando o papa era menino
Gostava de rapadura

O povo sabe tudo
De muita coisa eu não sei
Só estou sabendo que o papa
Não gosta de embriagues
  E com os pensamentos seus
É contra o plano de Deus
 Qualquer casamento gay

Mas, mesmo assim esse papa
Chegou bastante humorado
Maradona disse assim:
Meu canto é abençoado
Deus gosta de futebol
E debaixo do mesmo sol
O papa é santificado

O argentino Jorge Mário
Com setenta e seis de idade
Jesuíta e pregador
Preserva a nossa igualdade
Nesse mundo por inteiro
E o Francisco primeiro
Assume com lealdade

(Lalauzinho de Lalau)

terça-feira, 12 de março de 2013

Xiquexique e macambira, garante alimentação de rebanho durante seca


Essa é a única alternativa
Que garante a alimentação
Nesse período que a seca 
Castiga o nosso sertão 
Xiquexique e macambira
   Muito sertanejo tira
E dá no lugar da ração

Planta típica da caatinga
Serve de alimentação
O criador sai bem cedo
Rasgando a cara do chão
Pra ver se o gado segura
Magro, fraco e com amargura
Castigado no verão

Ele queima o xiquexique
Para arrancar cada espinho
Um serviço trabalhoso
Começa logo cedinho
Sem ajuda de ninguém
Vive no sofrer que tem
E às vezes chora sozinho

Esse é o sertanejo bravo
Do meu sertão bravo e forte
Que luta contra essa seca
E corre em busca da sorte
Garantindo a alimentação
Macambira vira a ração
No Rio Grande do Norte

(Lalauzinho de Lalau) 


segunda-feira, 11 de março de 2013

Eu tenho medo das balas...

Eu tenho medo das balas
Do revólver do bandido
Disse um cidadão de bem
Conversando ao pé do ouvido
Na minha terra adorada
Muita gente é baleada
Muito jovem tem morrido

Isso por conta das drogas
Deixando o jovem sedado
Entra em acerto de conta
Pra deixar tudo acertado
Não respeita mais ninguém
E vende o corpo que tem
Depois que está viciado

Mata, esfola, rouba e mente
E quando vai pra prisão
Com quase dezoito anos
Sem estudo e profissão
Mente e diz de uma só vez
Eu só tenho dezesseis
Não posso ser preso não

E fica amigo do crack
Da maconha e cocaína
Arranja mais desavença
  Mata em qualquer esquina
E ainda diz: meu irmão
Não posso sair mais não
Minha vida é heroína

E o povo sofre com isso
Toda família se abala
Tiro vai e tiro vem
Quebrando a alça da mala
E o cidadão de bem
Sem ajuda de ninguém
Corre com medo da bala

(Lalauzinho de Lalau)

sexta-feira, 8 de março de 2013

A mulher é firme e forte...



A mulher é firme e forte
É carinhosa e guerreira 
Já conquistou seu espaço
Pra mim é sempre a primeira
No seu momento fecundo
Viva as mulheres do mundo
Viva a mulher brasileira

Sempre a mulher é destaque
Pode acreditar que é
Mulher mãe, filha e avó
Só não acha quem não quer
Quem não diz, vive infeliz
Mas, tem homem que não diz
E é doido pra ser mulher

Tenho três na minha vida
Tem Carolina e Júlinha
Tem mais uma, é a esposa
Eu disse a você que tinha
Eu sou a bola da vez
Sou mandado pelas as três
Carol, Júlinha e Aninha

Viva a mulher pelo o mundo
Que anda em busca da sorte
Viva a mulher brasileira
E do Rio Grande do Norte 
Acredite se puder
Em Mossoró tem mulher
Viva a mulher, firme e forte

(Lalauzinho de Lalau)  

quinta-feira, 7 de março de 2013

O que se ver pelo o mundo...



O que se ver pelo o mundo
E na nossa região
É o julgamento de Bruno
O enterro de Chorão
Dizendo o que aconteceu 
Que Hugo Chaves morreu
De ataque no coração

E eu fiquei sabendo agora
Que quem está internado
É o Emílio Santiago
Esse cantor afamado
Que canta bem pra valer
E sofreu um AVC
E ainda está internado

E morreu mais uma vitima
Daquela boate Kiss
Duzentos e quarenta e um mortos
É isso, o que a imprensa diz
A jovem estava internada
E bastante debilitada
Dessa tragédia infeliz

E aqui no nosso reduto
Quero falar pra você
A bala troa no centro
É tanto jovem a morrer
O Baraúnas, quer ganhar
Na frente do potiguar
Do America e do ABC

E tem muito mais noticia
É de segundo a segundo
Muita gente sendo ruim
Gente boa e vagabundo
E a terra vive a girar
E eu quero comunicar 
O que se ver pelo o mundo

(Lalauzinho de Lalau)

quarta-feira, 6 de março de 2013

Juiz suspende cassação de Cláudia Regina...



O Juiz Pedro Cordeiro
Da Justiça Eleitoral
Já acatou os embargos
De forma bem pontual
Fazendo uma correção
Sobre uma cassação
Da nossa prefeita atual

A sentença referida
Causou muita comoção
Tanto, aos adversários
  Quanto ao eleitor babão
Todo mundo perguntava 
Se a prefeita ficava
Por conta da cassação

Quem é que vai assumir?
Seu canto na prefeitura
Quem vai ficar no seu canto
Meu Deus do céu me segura
Todos queriam saber
Só mesmo estando pra crê
Toda e qualquer criatura

Mas, o Juiz decidiu
De uma forma bem dotada
Deixando outras pessoas
Com a cara embaralhada
E outras comemorando
E o meu verso informando
Que Cláudia não foi cassada

(Lalauzinho de Lalau)

terça-feira, 5 de março de 2013

Vamos lá pra Macaíba...


Nesse final de semana
Tem gado pra derrubar
Vamos lá pra Macaíba
Todo mundo vai pra lá
Pense numa festa boa
No Otaviano Pessoa
Com forró pra se dançar

Dia nove estarei lá
Vendo a carreira do gado
Vendo as mulheres bonitas
Que é coisa do meu agrado
E o Betinho Pessoa 
Que pra mim é gente boa
É testado e aprovado

Vamos lá pra Macaíba
Que é terra de cabra forte
Que corre atrás da boiada
Que corre em busca da sorte
Na marca do meu compasso
Macaíba é um pedaço
Do Rio Grande Norte

E nesse pedaço tem
Gado correndo ligeiro
Forró bom pra se dançar
Ganha quem chegar primeiro
 E acredite criatura!
Eu que faço a cobertura
Com o Clube do Vaqueiro

(Lalauzinho de Lalau)


segunda-feira, 4 de março de 2013

Morre Antônio Gonzaga Chimbinho após luta de cinco anos contra o câncer...



Morreu Gonzaga Chimbinho
Após ter tanto lutado
Cinco anos, contra o câncer
Ele que estava internado
No hospital em Natal
E na UTI do hospital
Partiu sem deixar recado

Gonzaga já foi político
Empresário e professor
Presidente da fundação
Do lugar onde morou
Da fundação de cultura
E hoje está na sepultura
Por que Jesus lhe chamou

Gonzaga, por doze anos
Valorizou a cultura
Já foi reitor da UERN
Lutou, buscando a procura
Atrás de uma solução
Pra resolver a questão
Morre a grande criatura

(Lalauzinho de Lalau)

sexta-feira, 1 de março de 2013

Tem ladrão solto demais...






Mais de trinta já fugiram
Escapando da cadeia
Em quarenta e oito horas
Eu sei que a coisa está feia
Já tinha muito ladrão
Eu digo preste atenção
Nós vamos morrer na peia

Só essa semana teve
Duas fugas, meu patrão
A primeira em Pau dos Ferros
Pedaço do meu sertão
E a segunda em Patu
 Fugindo como tatu
Bem por debaixo do chão

Mais uma terceira fuga
Na cidade da esperança
Onde dezenove presos
Tentando escapar, não cansa
Ate por baixo do chão
Aqui tem tanto ladrão
Dá pra pesar na balança

Já tem tanto ladrão solto
Na praça e também no Cais 
Ladrão de terno e gravata
Parecendo o satanás
Ladrão que nunca se viu
Com um bocado que fugiu
Tem ladrão solto demais

(Lalauzinho de Lalau)