quinta-feira, 31 de maio de 2012

PF combate cartel de combustíveis em Mossoró...




Quero abastecer meu carro
Pra puxar uns sem por hora
Encher o tanque do mesmo
Na bomba sem ter demora
Quem quiser abastecer
Preço tem pra escolher
Bote o dinheiro pra fora

Mas, o bom mesmo é pagar
Sem abuso, meu rapaz !
Por que o petróleo é nosso
Aqui tem a Petrobrás
E o preço da gasolina
Nosso bolso desanima
Por que é cara demais

Pra abastecer o meu carro
Coloquei vinte reais
Já pensei em colocar
Ate um botijão de gás
E vou economizando
E o botijão vou trocando
Deixando escondido atrás

E a respeito do cartel
E dessa grande operação
Feita pela a federal
Com mandados de prisão
Eu não quero me meter
Eu só quero abastecer
O tanque do meu carrão


(Lalauzinho de Lalau)

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Mossoró entra no clima da cidade junina...




Mossoró entra no clima
No Clima que contagia
Dia nove é um sábado
Com forró e alegria
Na festa que me anima
Nessa cidade junina
No pingo do meio dia

   Quem canta é Ítalo e Reno
Junto com forró dos três
No pingo do meio dia
Que vem no próximo mês
Dia nove está marcado
Quero dançar agarrado
Bem pertinho de vocês

Na minha terra é assim
Acredite criatura
Quem ajuda no evento
Enaltecendo a cultura
É o Governo do Estado
E quem promove do lado
É a nossa Prefeitura

Essa festa me trás orgulho
Por ter nascido no pó
Resistente, bravo e forte
Terra de muito forró
Que expulsou Lampião
Pedaço do meu sertão
Viva a minha Mossoró

(Lalauzinho de Lalau)

terça-feira, 29 de maio de 2012

Prefeito segura repórter pelo pescoço em Mato Grosso...



Você confere na cena
O que tudo aconteceu
Ela quis entrevista-lo
E ele se aborreceu
E tirou a mão do bolso
E agarrou no seu pescoço
Que o microfone tremeu

E ela falou pra ele
Você está me machucando
E ele no seu ouvido
Ao mesmo tempo arrochando
Disse algo para ela
Mais tudo ficou na tela
Por que estava filmando

Vejam que prefeito bruto
Bruto de quebra a canela
Grosso como Mato Grosso
Aceso como uma vela
Com vontade de esganar
Ele pegou pra ficar
Alisando o pescoço dela

Quero deixar meu recado
A nossa imprensa daqui
E a cada caro repórter
Que a cena pôde assistir
Quando for entrevistar
Se a pessoa se negar
Não adianta insistir

(Lalauzinho de Lalau)



  

2º VAQUEJADA DE MESSIAS TARGINO - RN...




No Park Rita Medeiros
Tem corrida de mourão
Lá em Messias Targino
Tem queda de boi no chão
Nesse final de semana
Uma corrida bacana
E uma boa premiação

Conversei com o amigo Bruno
E ele me convidou
E lá vou marcar presença
Na festa que eu dou valor
Lá em Messias Targino
Vaquejada é o meu destino
Sou um vaqueiro trovador

Dando dez mil e duzentos
Na sua premiação
Lá vai ter forró dos três
Com mais forró no salão
Um bom final de semana
Forró chegado e pisada de bakana
Arrocha no forrozão

Vou com o Clube do Vaqueiro
Programa espetacular
Vou ver o gado cair
Cair no chão e bolar
Na festa que eu quero bem
É neste sábado que vem
Com certeza estarei lá

(Lalauzinho de Lalau) 






Três detentos fogem do novo pavilhão de Alcaçuz...






Como é que pode meu Deus ?
Diga-me com precisão
Da fuga desses detentos
Eu quero uma explicação
Quero falar para o povo
Que esse pavilhão é novo
E fugiram do pavilhão

Três detentos que fugiram
Isso pela a madrugada
Com um auxilio de uma Tereza
Isso sem ninguém ver nada
Pularam o muro, patrão
Desse novo pavilhão
Numa carreira danada

Em quanto existir Tereza
E pouco Policial
A guarita sem ter guarda
Ponta de ferro e de pau
E parede de sabão
Sendo novo o pavilhão
Foge qualquer marginal

Não é só em Alcaçuz
Isso é em qualquer lugar
Queremos mais segurança
No meu sertão potiguar
Só mesmo o nosso Jesus
Pra vigiar a Alcaçuz
Por que desse jeito não dá

(Lalauzinho de Lalau)

 


segunda-feira, 28 de maio de 2012

O IPP homenageia o rei do baião...





O IPP faz uma homenagem
Dando viva a São João
Na sua festa junina
Com Bandeirinha e balão
No São João do IPP
A homenagem é pra valer
Do grande rei do baião

Vamos cantar o nordeste
E a seca do meu sertão
A Asa Branca voou
Sei que não volta mais não
A triste partida afaga
Canções de Luiz Gonzaga
O nosso rei do baião

Toda a escola festeja
É bonito o arraiá
Com as quadrilhas juninas
Com forró pra se dançar
Uma festa com carinho
Menino solta chumbinho
Vamos lá comemorar

O São João do IPP
Que dá viva a São João
Que canta a dor do nordeste
E as coisas do meu sertão
Que vem homenagear
O artista mais popular
O nosso rei do baião




(Lalauzinho de Lalau)



sexta-feira, 25 de maio de 2012

Mulher fica nua em canteiro da BR-101, em Vitória, capital do Espírito Santo...

Ela ficou toda nua
Por qualquer motivo algum
Chamando atenção de todos
Com um maior zum zum zum
Na maior cara de pau
Lá no canteiro central
Da BR 101

Ficou de quatro, no chão
Lá no canteiro central
Fazendo gestos obscenos
Parou toda a capital
Que passava por ali
E ela só foi se vestir
Chegando um policial

Mesmo depois de vestida
Ela não se convenceu
E disse para a policia
Digo o que aconteceu
Eu nunca fui uma perua
Eu gosto de ficar nua
Isso é um momento meu

A maxarada gostou
Ficou de ponta de pé 
A mulherada odiou
Dizendo faz por que quer
É muito descaramento
Botando a bunda pro vento
Não é coisa de mulher

Mas, Soraya mesmo disse
Eu fiz por que precisava
Isso é um momento meu
Quando ali eu trafegava
Eu não fiz nada demais
Só endoidei um rapaz
Na hora que ele passava

Eu mostrei a capital
Que ninguém não conhecia
Mostrei a minha Vitoria
Que eu lavo bem todo dia
E com esse congestionamento
Acabou com o meu momento
Vou lá pra delegacia

(Lalauzinho de lalau)

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Choveu bastante em Natal...


 


Enquanto chove em Natal
O meu sertão é seco e quente
E o sertanejo que espera
A chuva diariamente
A noticia que recebeu
É que em Natal já choveu
E que o clima é bem diferente

De terça feira pra cá
A chuva cai em Natal
Deixando ruas alagadas
Do centro para o litoral
E sem chuva no interior
O pobre do criador
Sofre com a seca imoral

Atinge quinhentos mil
Pessoas no interior
No meu estado que sofre
A chuva ainda não chegou
Em Natal não teve trégua
Água que era para égua
E o gado do criador

Tomara que o quadro inverta
E Deus veja a precisão
Do meu sertão bravo e forte
Sem água no nosso chão
E tenha dó do meu povo
E mande chuva de novo
Mais chuva pro meu sertão

(Lalauzinho de Lalau)




quarta-feira, 23 de maio de 2012

Neste final de semana, tem tropa de elite em Caraúbas...




Vai ser no Saia Rodada
Lá no park do Edu
Na cidade de Caraúbas
Debaixo de um céu azul
Já deixei o meu palpite
Vou para a tropa de elite
Se quiser, eu chamo tu

Eu chegarei no domingo
Vendo a disputa do gado
Vou com o Clube do Vaqueiro
Vou muito bem preparado
E pra toda vaqueirama
Que o meu gado sempre inflama
Quero deixar meu recado

Procure a gente do clube
E faça a sua carteira
Seja um associado
Eu digo sem brincadeira
Circuito para amadores
Enaltecendo os valores
Dessa festa brasileira

É a nossa vaquejada
Na queda do boi no chão
A nossa terceira etapa
 Vai ser em julho, patrão
Na cidade de Itajá
Você pode se preparar
No Park Ivo Assunção 



(Lalauzinho de Lalau)


terça-feira, 22 de maio de 2012

Cachoeira diz que não vai responder às perguntas dos parlamentares da CPMI...

Foi só o que ele disse
Foi só o que ele falou
O Carlos Augusto Ramos
O grande contraventor
O Carlinhos Cachoeira
Que a versão verdadeira
O mesmo não declarou

Foi uma orientação
Do meu grande advogado
Que disse assim Cachoeira
Fique bem orientado
E tenha mais paciência
Que antes da audiência
É melhor ficar calado

E é claro que ele ficou
Caladinho bem ali
Sem responder as perguntas
La dá CPMI
As horas vão se passando
E mesmo vocês perguntando
Carlos não está nem aí



(Lalauzinho de Lalau) 




segunda-feira, 21 de maio de 2012

Partidos começam a formar coligações para as Eleições...




Isso é em todo canto
Em ano de eleição
Quando está se aproximando
Bem antes da convenção
Tem união de partido
E conversa de pé de ouvido
Formando a coligação

Tem político arengueiro
Que vivia encabulado
Xingando o outro partido
E hoje está do mesmo lado
Dizendo, ô partido bom
Pode aumentar o som
Pra mim dançar agarrado

Tem político se coçando
Doido pra se misturar
Lambendo o pau da bandeira
Dizendo vamos ganhar
Formando coligações
Nessas próximas eleições
Ninguém vai nos derrotar

Tem político, que dizia
O outro lado não presta
E hoje no mesmo palanque
Já pula fazendo a festa
E o povo encabulado
Olhando desconfiado
Franzino o couro da desta

Mas, essa é a nossa política
Com muito mais emoções
Esse é o jeito certo
Das grandes coligações
Com político arrependido
É partido contra partido
Nessas próximas eleições

(Lalauzinho de Lalau) 




domingo, 20 de maio de 2012

Sem chuva na nossa terra...





Sem chuva na nossa terra
Aumenta o nosso sofrer
O gado morre de sede
Sem a chuva aparecer
E o nordestino valente
Debaixo desse sol quente
Vendo tudo padecer

Já tem criador sofrendo
Dando de meia, patrão
Por que não aguenta ver
Tudo seco em nosso chão
O que é que vamos fazer  
Se a chuva não aparecer
É triste a situação

 
 
E as nossas vaquejadas
Dessa minha região
Não vão ser realizadas
Digo qual é a razão
É a triste falta do gado
Magro e desarrumado
Sem ter alimentação

As vaquejadas que tem
Eu digo sem ter demora
Só se o dono tiver ração
Pra dá comer toda hora
Por que o gado que tem
Eu sei disso muito bem
O gado é todo de fora

Mas, vamos torcer que a chuva
Possa cair no vergel
Que o sertanejo contente
Possa tirar o chapéu
Tirar e poder dizer
Quando a chuva aparecer
Obrigado meu Deus do céu

(Lalauzinho de Lalau)

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Homossexualidade é ilegal em 78 países e punida com pena de morte em 5...




No dia internacional
Contra a Homofobia
O mundo se manifesta
A classe se pronuncia
Querendo ter o direito
De ir e vir de todo jeito
Usando a democracia

Sei que em alguns países
Tem a descriminação
Com até pena de morte
Outros com mais punição
E aqui em nosso Brasil
Gay, aqui tem mais de mil
Aliás, mais de um milhão

Quem quiser dá, que dê logo
Por que muita gente já deu
Outros dão é todo dia
Pois siga um conselho meu
  Que tem muita gente dando
E eu vou acabar falando
Quem vai dar já já sou eu

Mas, espere um pouquinho
Vou dá é a minha opinião
Não é o que tu pensavas
Não me arranje confusão
Não gosto de baixaria
E o que se ver todo dia
É muita descriminação

Cada um segue o seu rumo
Mesmo contra a lei de Deus
Cada um faz o que quer
Cada um escolhe os seus
Cada um faz o que quer
Eu só gosto de mulher
Quem quiser venha mais eu

Já outros gostam de outros
Outras gostam de mulher
Outros gostam, todos juntos
  Vejam o gosto como é
O meu gosto é diferente
E o sexo fica mais quente
Com ele e ela eu boto fé

Eu num disse que ia dá
E dei minha opinião
Não precisa violência
E nem descriminação
Cada um faz o que quer
Para o homem e a mulher
 Deus tem sua punição

(Lalauzinho de Lalau)



quinta-feira, 17 de maio de 2012

Agora a estrada sai...



Agora a estrada sai
Por que tudo começou
A obra deu-se o inicio
Pode acreditar doutor
O negócio agora vai
Des do tempo do meu pai
Que esse projeto empacou

Mas, a empresa inicia
Toda a pavimentação
A empresa por nome Delta
Que faz toda revisão
Serviços de terra planajem
Digo com muita vantagem
Agora sai do borrão

Homens com as suas maquinas
Trabalham lá todo dia
A obra já teve inicio
E pro povo trás alegria
Campo Grande e Upanema
Mossoró que vale a pena
Num disse que ela saía

Há cerca de vinte dias
Trabalhando no local
Foi uma noticia bacana
Que eu pude ler no jornal
Foi no Correio da Tarde
Agora sai de verdade
A rodovia federal


(Lalauzinho de Lalau)