quarta-feira, 20 de julho de 2011

Saudades de Eliseu ventania...





Se ele estivesse vivo
Oitenta e sete faria
Oitenta e sete de idade
De luz e de poesia
Foi cantar em outras lebas
Grande Eliseu ventania

Hoje nesse dia vinte
Genilson seu filho amado
Mandou pra mim uma carta
Dizendo muito obrigado
Por dar valor ao meu pai
No rádio cantando sai
Por você ter colocado

Colocado as canções
Folha seca desprezada
Recordação do passado
 E outras intituladas
Chorando ao pé da cruz
Deus lhe dê descanso e luz
Sua viola está guardada

Em 19 de outubro
Faz 13 anos que morreu
O grande rei das canções
Que a canção enalteceu
Partiu como ventania
Deixa triste a poesia
Saudades de Eliseu.

(Lalauzinho de Lalau)

Um comentário:

Gachimonzeiro disse...

Parabéns pelo blog Lalauzinho, espero que esse trabalho se reverta em um livro com as melhores poesias aqui postadas.

Do seu fã. Vonúvio Praxedes