quinta-feira, 18 de agosto de 2011

EM 18-08-1978 NASCIA LALAUZINHO DE LALAU...


Nasci no dia dezoito
Dezoito mês de agosto
Que dizem que é de desgosto
Mais pra mim foi bom demais
E eu conto logo do começo
Do inicio do chamego
De minha mãe com papai

Papai que é do Nordeste
Caboclo cabra da peste
E mãe também do sertão
Em noite de lua cheia
O sangue fervia nas veias
De uma ardente paixão

Papai comeu rapadura
Com a perna de uma rã crua
Tomou um copo de mé
Com todo amor e carinho
Gerou alí Lalauzinho
Papai disse bem baixinho
Vai ser poeta mulher

Nove meses se passou
E mamãe muito soou
Me teve com muita sorte
E com 1 ano eu andei
Com 2 cantei e dancei
Um baião, xaxado e xote

Com 3 andei a cavalo
Com 4 amansei burro bravo
Com 5 amolei facão
Com 6 andei dentro da mata
Com olhos vendados com uma faixa
Com 7 botei boi no chão

Com 8 anos de idade
Era um cabra de coragem
Magrinho como um socó
Amansei onça danada
Caipora doida afobada
Desamarei catimbó

Com 9,10,11,12
Com 13 anos,14 
Fiz coisa de admirar
Se eu for contar tudim
Contar Tim-Tim por Tim-Tim
Eu faço o povo chorar




   
  Poema matuto (Lalauzinho de Lalau)

3 comentários:

Aline Barros (ABAIXO À IDOLATRIA) disse...

Parabéns pelo o seu dia
Por mais um ano de vida
Que Deus te proteja sempre
E que vença em toda lida
Seja forte e corajoso
Sua vida será colorida


Da pequena poetiza Monique Stefhany.

Parabéns e felicidades!!!

ligia disse...

vc e super especial adoro vc e o seu programa feliz aniversario... abraço.

Antónia Xaxá disse...

parabéns meu amigo lalauzinho continuie assim com simplicidade